Quem sou eu

Minha foto
Fábio e Verônica, Verônica e Fábio. Um escritor e uma musicista, pelo menos aspirantes a isso rsrs! Amantes das letras, dos sons e de tudo que é arte! Amigos acima de tudo! Fizemos esse cantinho para dividir nossas idéias e ideais aos olhos da Net!

domingo, 30 de novembro de 2008

Divagações sobre brigadeiros e outras...

Essa semana eu tive que escolher algo para levar para a festinha de encerramento do meu cursinho, e, no fim, com o calor que está fazendo aqui, optei por fazer brigadeiros (que aqui no RS nós chamamos de “negrinho”) que não estragam tão fácil, e então eu comprei e fiz um daqueles que já vêm prontos, e é só enrolar, colocar no granulado e além de não ter que se preocupar com ingredientes e preparação, rende a quantidade certa para se levar numa dessas festas em que “cada um leva uma coisa”, sem contar que todo mundo gosta!
Bom, não sei se todo mundo enrola os brigadeiros assim, mas eu “engorduro” um pouco as mãos com margarina, para facilitar enrolar, mas não pode ser muito senão também não enrola (sem contar que ficar aparecendo uma “pelotinha” de margarina no docinho é nojento, e como eu já vi disso pr aí!), e aí está um exemplo para ver a importância da técnica, não só em coisas corriqueiras como essas, como em todas as outras. Chega um ponto em que já grudou tanta “massa” na tua mão que fica difícil de enrolar, e não adianta passar mais margarina porque logo gruda de novo! E você? Conte a sua experiência, eu paro por aqui, antes que me digam que eu fiz uma desgraça culinária...ahahhah, ou me chamem de gordo com o segudno post seguido sobre comida...
Aqui no meu estado vizinho, ou seja, Santa Catarina, choveu e alagou horrores, uma verdadeira tragédia. Mais de 30 cidades, se não me engano, em estado de calamidade pública, muita coisa em baixo d’água e mais de 90 mortes. Uma tristeza. Parece que há muitos anos não ocorria uma enchente tão braba como dessa vez. A minha mãe tem uma amiga que mora em Blumenau, e ela ligou para ver se estava tudo bem, ao que a amiga respondeu que o que mostram na TV não é nada a mais nem a menos do que a realidade, que a empresa dela está debaixo d’água e que tem muita gente sem água e sem luz e que ela esta suprindo suas necessidades porque tem um poço artesiano. Aqui no meu estado estão fazendo muitas campanhas para doar roupas e suprimentos, bem como dinheiro para SC, e daqui para lá estão indo aviões e helicópteros levar mantimentos. Sei que a Gol também está engajada com uma campanha para doação. Vi agora mesmo na TV que a rede Record está em campanha ferrenha para mandar fundos para lá, estão divulgando uma conta para quem quiser depositar e eles próprios vão doar. Quase todas universidades federais estão aceitando doações. Deixo aqui um apelo para quem tiver uma roupa sobrando (quase sempre se tira alguma coisa que não se quer mais ou que não se usa), um trocado a mais, um quilinho de alimento que seja, se puder doar, doe! Esse é realmente um caso de emergência, e eu já fiz minha contribuição, tinha aqui em casa um baita saco de roupas usadas que sempre damos para nossos parentes da colônia, e aproveitamos para doar aqui mesmo na minha cidade, porque a Casa de Cultura daqui fez uma campanha para arrecadar alguma coisa também. Se tiver alguém aí de SC, e quiser deixar um depoimento, será bem recebido. Bom, acho que era isso!


Agradecimento a Fábio Nunes de Moura pela sua contribuição. Nota expressa sua opinião. (Escrito em 30/11/2008).

16 comentários:

MELISSA S disse...

Triste mesmo... Minha empresa tb tá fazendo campanha de doação essa semana mesmo contribuirei. Qto ao brigadeiro, poxa rs Fiquei com vontade de comer, mas não tem leite condensado aki em casa, nem granulado... Vai ficar pra próxima!! Bjs

Dama de Cinzas disse...

Brogadeiros? Adoro, mas nunca fiz como minhas próprias mãos... Acredita? Pois é, odeio ira pra cozinha e quando vou é pra fazer algo salgado, porque sou mais dos salgados...

E fiquei sabendo que o RS é o estado que tá dando o maior apoio às vítimas da enchente de SC. Acho super legal, vou ver o que posso fazer pra ajudar tb!

Beijocas

faust. daiane, disse...

Brigadeiros "a dos manos"...hummmm!
Isso me lembra infância...

Só pra constar: o Banrisul (Banco do Estado do Rio Grande do Sul) está disponibilizando uma conta bancária para arrecadar fundos, com a finalidade de ajudar o pessoal de SC. Quem quiser contribuir, dirija-se a uma agência ou faça contato através do site http://www.banrisul.com.br/

Dama de Cinzas disse...

Com exceção do meu namorido que é bizarro nesse ponto, pois come biscoito recheado de chocolate com cerveja... ahahah... Geralmente quem bebe gosta mais de salgados... rs

Desculpe, traio vc com salgados, mas em compensação vc mora no meu coração... smack

afobório disse...

bem, eu não me dou muito bem com coisas doces, mas mesmo comendo só de vez enquando até gosto desse docinho aí.

quanto aos nossos vizinhos catarinenses, saiu um caminhão rebocado de doações aqui do passo fundo, aliás, palmas para as torcidas do grêmio e do inter também, sim pois foram essas duas torcidas que organizaram isso aqui, então, quando passava pela rua rumo ao trampo e vi intercalados colorados e gremistas passando pacotes um para o outro me senti "feliz" então como eu já havia doado uns trocados, resolvi parar e ajudar a passar alguns pacotes para o caminhão, isso me fez tão bem.

cara, é bom ver que o mundo não tem só desgraça e que bom que o ser humano está aprendendo a ser melhor.

palmas pelo texto, sorte e luz.

Adriano Queiroz disse...

Fábio para enrolar sem usar a mãos, pegue duas colheres de chá e faça as bolinhas com ela. Se não deu pra entender me manda um e-mail, depois eu explico melhor. Hehehehehe

Quanto a campanha é ótimo isto, a Record é uma oportunista, mas neste caso vale a pena cair na deles, mas será minha última opção de via para doação.

Abraços.

Vcs do sul são ótimos blogueiros.

Adriano Queiroz disse...

PS: Achei "negrinho" meio pesado.

=/

Abraços.

Beto Canales disse...

Muito bem escrito. E, sobre negrinhos, como uns 18 e perco a vontade. Não gosto muito.

confissoesaesmo disse...

Realmente, muito triste tudo que aconteceu em SC.
Estamos esperando que tudo se resolva logo e que pare de chover.

Bianca Rieth disse...

Querido Fábio, adoroooo negrinho, mas gosto de fazê-lo em casa (aquele de leite condensado e nescau e que tem que grudar na panela..hehehe), muito bom!!

Bah, guri, o que é essa tragédia? Cara, isso é mto triste, eu chorei de ver aquelas pessoas, desalojadas, sem tem o que comer e beber, é mto triste.

Aqui em Canoas (como na maioria das cidades do RS) há várias campanhas de doações, desde um mercadinho pequeno a uma mega empresa, cara, eu fiz a minha parte, comprei uma bombona de agua, pode parecer poouco aos olhos dos outros, mas sei que pode fazer a diferença...


Vamos todos juntos ajudar os Catarinenses e rezar por aqueles que estão na estrada (como o meu pai, pois estava interditada a 101), a coisa tá feia, mas td vai melhorar!!


beijooo

acqua disse...

Brigadeiro? Hummm...
Isso me lembra que eu estou de dieta. Bem, vim aqui para conhecer o seu blog e retribuir a visita que me fizeste...
O que aconteceu em SC é lamentável, mas também é um retrato de muitas coisas que ainda irão acontecer daqui pra frente. É uma realidade, afinal, a natureza vem sido constantemente violentada pelo ser humano e as respostas em algum momento virão. Pena que tantas pessoas sofrerão com isso. Mas...

.duas doses de desdém - Gui disse...

Adoro brigadeiros!!! :)

Obrigada pela visita, volte sempre viu! :)

Então..acho que preciso mesmo de férias heheh

Mas teu sonho com os morangos lá..tb foi bastante inusitado ahsuaheuha

beijão!

Jana disse...

Brigadeiro, para mim, é patente do exército.
Chamo de negrinho.
E como muitos.
Mas também gosto daqueles de coco, com nozes, sem nozes, olho de sogra, baba de moça, quindin e aceclas.
Não é gula.
É que eu tenho a glisoce baixa.
Hahaha.

E sobre SC: solidariedade.
É impressionante como este tipo de tragédia também desperta nas pessoas um instinto solidário lindo e comovente.
Não estamos sozinhos
E isso é reconfortante.

Abração
:)

Sei que existes disse...

Adoro brigadeiros!
Essa situação da chuva é que é bem chata.
Beijocas grandes

Mary West disse...

Gezus naum. Agoura tou na tv e naum posso mais me jogar nos carboidratos. Tá, talvez um soh. :D

Leandro BLuz disse...

Bah, estava pensando numa sugestão para te dar, não tenho muita experiência nisso, sempre me enrolo todo. Mas a dica do Adriano Queiroz parece boa!

Também já ajudei SC, e parabéns pela consciência !

Abraço

Desarranjo Sintético

Desarranjo Sintético
"Era um grande nome — ora que dúvida! Uma verdadeira glória. Um dia adoeceu, morreu, virou rua... E continuaram a pisar em cima dele." Mario Quintana