Quem sou eu

Minha foto
Fábio e Verônica, Verônica e Fábio. Um escritor e uma musicista, pelo menos aspirantes a isso rsrs! Amantes das letras, dos sons e de tudo que é arte! Amigos acima de tudo! Fizemos esse cantinho para dividir nossas idéias e ideais aos olhos da Net!

sábado, 6 de dezembro de 2008

Há alguém mais importante: Izmália

Faz uns três shows atrás, sim três shows atrás que vi esta bela mulher acompanhada de admiráveis rapazes. O que aconteceu? Amor é claro, um sentimento de ficar ali, parada, olhando tais atitudes e o velho rock de qualidade. Já falei sobre a banda aqui mesmo no blog e me rasquei de elogio para eles. Para não me tornar repetitiva vou falar o trabalho da banda mais precisamente. A banda faz show hoje no Estúdio Rock Bar em Canoas e dia 24 deste mês novamente na sua casa que é o Opinião. Pelo o disco lançado “Quase não dói” a banda teve quatro indicações de melhor interprete, melhor instrumentista (para o guitarrista Marcelo Playker que concorreu com Christiano Todt (Cartolas) e Marcio Petracco (Locomotores) na categoria pop), melhor álbum concorrendo com “O Som do Fim ou Tanto Faz” – Fruet e os Cozinheiros e “Original de Fábrica” – Cartolas e melhor composição. Izmália ganhou de melhor interprete na categoria pop que concorreu com Júlio Reny Marcelo Fruet. Para quem não conhece o trabalho deles vai aí o link do site http://www.izmalia.com.br/ vale a pena dar uma olhada, pois ele é sempre bem atualizado. Lá tem várias fotos, umas delas são as mostradas aqui, têm músicas da banda para baixar gratuitamente, o blog e claro, vídeos que devem ser urgentemente olhados para quem ainda não teve este prazer (acertei na palavra) de ver a banda em palco. Saiu outra reportagem sobre a Izmália no Estilo próprio e lá tem várias informações de seu início e sobre sua personalidade. Além de algumas fotos e sua sinceridade conquistadora. Aí vai o link http://www.clicrbs.com.br/blog/jsp/default.jsp?source=DYNAMIC,blog.BlogDataServer,getBlog&pg=1&coldir=1&tp=15&template=3948.dwt&blog=334
E a formação da banda é Izmália Ibias (vocal, guitarra e violão), Sandro Castellano (baixo e backing vocals), Marcelo Playker (guitarra e bakingo vocals) e Ed Castellano (bateria). Nos repertórios da banda nos shows do Opinião tem próprias e interpretações de bandas como Beatles, Led Zeppelin, Muse, Raul Seixas, The Doors, Foo Fighters, AC/DC e RadioHead, U2, entre outros.
Já me encontrei até demais nas músicas da banda e aí vai uma delas que é uma biografia minha não autorizada hahahahaha…. Brincadeira!!!


Alguém Mais Importante
Izmália - Composição: Letra e Música: Izmália Ibias

Se cansou de pedir um som
(Ali não era mais)
Se lançou feito um gato preto
(Fugindo pelo cais)
Olhou a pista e percebeu
(Olhares para mim)
E mexeu, mexeu, mexeu


Mas há alguém mais importante,
Há alguém mais importante,
Há alguém mais importante,
Há alguém...
Você me viu mas não sorriu
(Não olhou pra trás)
E se perdeu na alucinação
(Eu tinha razão)
Mas foi só fechar os olhos e as luzes coloridas
As imagens distorcidas


Há alguem mais importante,
Há alguem mais importante,
Há alguem mais importante,
Mas há alguém...


As luzes brilham, está tudo claro agora
Iluminado como nunca antes
As luzes brilham, você já me deu um fora
Abandonado como nunca antes...
As luzes brilham, está tudo claro agora
Iluminado como nunca antes
As luzes brilham, você já me deu um fora
Abandonado como nunca antes...


Há alguem mais importante,
Há alguem mais importante,
Há alguem mais importante,
Há alguém...







Agradecimento a Verônica T. Elias pela sua contribuição.Nota expressa sua opinião. (Escrito em 06/12/2008).


3 comentários:

afobório disse...

acho que a música é o que há de mais universal no mundo.


gosto dos textos daqui, e os assuntos são sempre variados, por isso, sempre vale a pena um bocadinho de leitura por aqui.


sorte e luz.

Jana disse...

Let's ruóóóóck!

:)

Mary West disse...

Rock na veiaaaaaaaa! :D

Desarranjo Sintético

Desarranjo Sintético
"Era um grande nome — ora que dúvida! Uma verdadeira glória. Um dia adoeceu, morreu, virou rua... E continuaram a pisar em cima dele." Mario Quintana