Quem sou eu

Minha foto
Fábio e Verônica, Verônica e Fábio. Um escritor e uma musicista, pelo menos aspirantes a isso rsrs! Amantes das letras, dos sons e de tudo que é arte! Amigos acima de tudo! Fizemos esse cantinho para dividir nossas idéias e ideais aos olhos da Net!

sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Livro de Moacyr Scliar - Por Verônica Elias

Estou lendo um livro chamado "Dicionário do viajante insólito" de Moacyr Scliar e não posso deixar de dizer que obtive até então movimento faciais nos músculos da boca em determinadas horas. Nunca fui sua fã nem devota a tal literatura, mas não sei por que achei atraente o livro e trouxe para casa. Não agüentei. Li ele, uma boa parte dele, dentro do ônibus e assim estamos: Ele me mostra suas estórias e eu me revelo por suas mil facetas. O livro porta vários contos, ou melhor, de A até Z, seguindo o nome de cada crônica e ou conto com sua respectiva letra por ordem alfabética.
Nele ainda tem citações relacionadas com os assuntos abordados, entre eles:

“Viajar expande a nossa capacidade de simpatia, redimindo-nos da reclusão e da modorra dos limites da nossa personalidade.” (José Enrique Rodó)

“Não é porque o asno viaja que ele volta um corcel.” (Thomas Fuller)

“Há dois tipos de viajem: ou a gente viaja de primeira classe, ou viaja com as crianças.” (Robert Benchley)

“É mais fácil arranjar uma companhia de viajem do que se ver livre dela.” (Peg Bracken)

“Todos os caminhos levam a Roma, mas cada dia o engarrafamento é pior.” (Millôr Fernandes)


Agradecimento a Verônica Elias pela sua contribuição. Nota expressa sua opinião. (Escrito em 31/10/2008).

4 comentários:

Desarranjo Sintético disse...

Muito bom, acho que vou querer esse livro depois! Bom, o humor e o do Millôr em especial vale muito a pena! Eu também não sou muito fã de Moacir...mas as crônicas dele eu gosto muito.

Bjoks.
Fábio.

cacá disse...

oi vim visitar depois q vi seu blog em outro... gostei, acho q vou querer ler esse livro... nunca li nada dele

Adriano Queiroz disse...

Nunca li Moacyr Scliar, acho talvez no jornal, mas vou tentar procurar o livro.

As frases são ótimas.

Abraços.

Mary West disse...

É sempre muito bem vinda qualquer incentivo a leitura.

Desarranjo Sintético

Desarranjo Sintético
"Era um grande nome — ora que dúvida! Uma verdadeira glória. Um dia adoeceu, morreu, virou rua... E continuaram a pisar em cima dele." Mario Quintana