Quem sou eu

Minha foto
Fábio e Verônica, Verônica e Fábio. Um escritor e uma musicista, pelo menos aspirantes a isso rsrs! Amantes das letras, dos sons e de tudo que é arte! Amigos acima de tudo! Fizemos esse cantinho para dividir nossas idéias e ideais aos olhos da Net!

terça-feira, 22 de junho de 2010

Stephen King – O mestre do horror

E aí gentem?? Já ouviram falar no escritor do título?? Acham que não? Pois eu digo que quase com certeza já olharam um filme baseado nas obras dele. Isto é, se é que gostam de filmes de terror.

O Mr. King é um escritor americano que atualmente conta com mais ou menos 100 obras (traduzidas para mais de 40 países) em seu catálogo de horror, incluindo romances, contos e outros. Quase todas as obras dele foram adaptadas para o cinema, desde os clássicos “Carrie – A estranha”, “Cemitério Maldito”, “Christine – O Carro Assassino” e “O Iluminado” até a Superprodução “À espera de um milagre” e os atuais “The Mist – O nevoeiro” e “1408”.

Desde quando minha amiga Luana descobriu o autor nas bibliotecas da vida, me apaixonei pelos seus livros e já li uma porrada de coisas dele, incluindo livros de entrevistas, e livros sobre livros dele. E posso dizer que para mim ele é um ídolo, um daqueles autores de que eu gosto muito da obra a ponto de querer saber sobre a vida dele e com certeza gostaria muito de conhecê-lo.
Recomendo avidamente os livros dele para quem gosta do gênero, para quem não gosta pode ler os autobiográficos dele, ou alguns contos como, por exemplo, “Sombras da Noite”, e ele também têm livros só de ficção e fantasia que não abordam diretamente o horror, como, por exemplo, “Os Olhos do Dragão” que ele fez justamente para a filha dele que não gostava do gênero horror.

Para quem gosta de terror é um prato cheio porque ele já escreveu –maravilhosamente bem- sobre todos os tipos de criaturas que integram o gênero como vampiros, lobisomens, monstros em geral, zumbis, alienígenas e qualquer outro que você possa lembrar. E não ache que ele apenas escreve sobre monstrengos apodrecidos ou bichos-papões sem graça, ele tem livros em que objetos estão possuídos ou possuem alguém pelo mal que contém neles, como o Hotel Overlook em “O Iluminado” ou a “Casa Marsten” em “A hora do vampiro” (que aliás estou lendo agora e adorando). E se ainda assim não os convenci, posso garantir que ele tem histórias excelentes de terror psicológico, como em “Jogo Perigoso”, que trata quase que exclusivamente de nossos medos interiores, ele tem livros fáceis e difíceis de ler, grandes e pequenos, para todos os gostos.

E ainda está na ativa escrevendo e sua esposa é romancista, ele tem três filhos, dois rapazes e uma moça, e os dois meninos também escrevem, e ele já ganhou um prêmio nos Estados Unidos por ter ajudado a disseminar a literatura no país. Creio que até mesmo aqui no Brasil, dentro desse gênero ele é o mais popular, pois sempre que vou às livrarias, sebos ou feiras do livro acho diversos títulos dele.

E vocês? Gostam desse gênero? (tenho certeza que muita gente vai dizer que prefere romance, mas quem disse que ele não é romancista? E quem disse que esses romances comuns não têm espaço nos livros dele? A única diferença é um toque sobrenatural rsrsrs) Qual seu monstro favorito? Citem seus autores e/ou livros preferidos para compartilharem com o pessoal!

Agradecimento a Fábio Nunes pela sua contribuição. Nota expressa sua opinião. (Escrito em 22/06/2010).

9 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Já li livros dele, mas faz tempo, nem me lembro dieito como é o estilo dele, pra ser sincera, mas lembro que gostei muito e que prende a atenção...

Beijocas

Robson Schneider disse...

Ei Fábio

Nunca li nada dele não,mas os filmes ja vi quase todos e curto demais... um dos que mais gostei foi "Misery" que aqui foi traduzido como "louca obsessão"
A Kathy Bates arrebenta nesse filme!

Abração querido!

...vdj... disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
...vdj... disse...

Ele é bom sim... mas nem todas as adaptações para o cinema seguiram fielmente a história ou a produção/elenco não se engajaram em fazer um bom trabalho.

No texto faltou citar a obra de suspense "A Tempestade do Século", produção dos anos 90 que na época foi dividido em duas fitas VHS, pois o filme era bem longo.

Ah, a frase mais marcante da obra citada foi "Give me what I want and I'll go away" (Me dêem o que eu quer e eu vou embora).

Flávia Batista disse...

eu li um livro dele quando tinha uns doze anos. Até hoje me arrepio quando lembro da história.
O cara é um mestre mesmo!!!

bjsss

Endim Mawess disse...

li algumas obras dele, e relamente é pra durmir de luz acesa. A que mais me marcou foi Carrie a estranha, inclusive gostei do filme também.

V. disse...

Olá.

Encontrei seu blog na caixa de comentários da Dama de Cinzas.
Nunca li nada do Stephen, mas "O iluminado" é um dos filmes mais incríveis que já vi.
Tenho muita vontade de ver a primeira versão de "Carrie, a estranha". Só conheço a segunda.
Mas o filme baseado em obra dele que eu mais gosto é "Conta comigo". É um filme que sempre que revejo, me marca mais forte.

Abraços,
Vera.

Vladir Duarte disse...

Olha, gosto do gênero e já vi alguns filmes baseados em suas obras. São muito bons mesmo... suspense aterrorizador!

Valeu!

Desarranjo Sintético disse...

Adoro ele, adoro muito o jeito dele de fazer filmes de terror, a sua visão para fantasiar nossas mentes e apavorar nossos corpos...

Bjoksssssssss


Verônica Elias

Desarranjo Sintético

Desarranjo Sintético
"Era um grande nome — ora que dúvida! Uma verdadeira glória. Um dia adoeceu, morreu, virou rua... E continuaram a pisar em cima dele." Mario Quintana