Quem sou eu

Minha foto
Fábio e Verônica, Verônica e Fábio. Um escritor e uma musicista, pelo menos aspirantes a isso rsrs! Amantes das letras, dos sons e de tudo que é arte! Amigos acima de tudo! Fizemos esse cantinho para dividir nossas idéias e ideais aos olhos da Net!

sexta-feira, 17 de julho de 2009

Cultura Gratuita. É possível?

Até algum tempo atrás eu era estagiário, o que quer dizer, ganhava pouquíssimo, quase pagava para trabalhar, eheheh. Trabalhava meio turno, e nessa época descobri, que qualquer um, querendo, pode ter acesso a bons eventos culturais, gratuitos (ou quase), basta dar uma procurada nos lugares certos. Então não tem mais desculpas para não se ir ao teatro ou cinema, que eu até admitido que não seja a coisa mais barata deste mundo, mas assim -gratuitamente- fica fácil poder desfrutar de boas coisas gratuitamente!
Mas onde são os lugares certos? Bom, por exemplo, as Universidades. Nessas minhas andanças buscando esses eventos culturais, eu descobri uma mostra universitária de teatro da Universidade Federal que apresenta uma vez por mês uma peça diferente e em dois horários distintos. A mesma peça é apresentada durante um mês todas as quartas-feiras. Eu acredito que todas as universidades que têm curso de teatro, devem ter um núcleo de arte dramática, ou seja, aí está um bom lugar para achar boas peças por preços baixos ou nulos. E também, as Universidades têm um espaço para cinema. Eu consegui assistir a muitos filmes bons, desde undergrounds até filmes famosos, e tudo de graça!

Outro lugar bom são as "Casas de Cultura" que várias cidades e capitais têm. Sempre têm programações amplas, com preços baixos para filmes, teatro, música e exposições.
Outro lugar bacana em que achei eventos bacanas foi em um teatro daqui, tinha um projeto de recitais, o horário não era muito acessível, mas vale a pena ficar ligado nos sites dos teatros de suas cidades e capitais que muitas vezes aparecem coisas boas. Eu assisti a concertos de piano, violão, violoncelo, clarinete, coisas lindas de se ouvir, música clássica e de qualidade, e gratuita!
Na maioria das cidades têm locais públicos, como anfiteatros ou praças em que acontecem muitos shows, normalmente música. Temos aqui mais uma boa oportunidade para desfrutar de bons momentos sem gastar nada!

Bom já que está chegando o final de semana, ficam aqui as minhas dicas, quem sabe você já não aproveita nesse find mesmo? Afinal, a desculpa dos sem-grana acabou!! Ehehehe!

No nosso calendário (lado direito do blog), está a homenagem do Desarranjo Sintético ao dia do Rock, quem posa para a foto esse mês sou eu mesmo! Abração a todos!

Agradecimento a Fábio Nunes de Moura pela sua contribuição. Nota expressa sua opinião. (Escrito em 17/07/2009).

22 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Eu frequentava muito o Centro Cultural Banco do Brasil, sempre tem excelentes opções, mas tem um tempinho que não vou por lá... Acho que nossa vida nos tira de certos caminhos e nos coloca em outros...

Beijocas

Jay e Alê disse...

Legal o post bem informativo.
a gente sempre precisa desses toques.
Obrigado!!!
Abraço nosso.

Thiago Maia disse...

É, realmente não é tão fácil como parece adiquirir essa cultura gratuitamente... Mas em muitas cidades o acesso é facilitado, sim... Basta o cidadão ficar antenado. Onde moro, Petrolina PE, tem peças teatrais maravilhosas de Ariano Suassuna pos 3 reais... Pena que o pessoal lá não dá o devido valor... Infelizmente... Cidades de maior porte sempre tem SESC e SENAI, que podem oferecer acesso a livros e internet gratuitamente...

Esse jogo da foto ai é 'WAR'????
Se sim, aprendi a jogar esses dias, é simplesmente viciante. As pessoas deveriam largar mais os vídeo games e jogar mais em tabuleiro, além de ser interessante é um jogo que carece de presença física, o que é bom uma reunião com amigos.

comme des habitudes disse...

oláa.. concordo com vcs. ter acesso a cultura n é ter dinheiro é analisar as possibilidades. toda grande cidade tem. aqui em recife tem peças ótimas e gratuitas no teatro de santa isabel por exemplo. imagina assistir uma peça num camarote de 1850 sem pagar nada?

abraçosss

leandro cardoso.

Roberto Ney disse...

aqui em salvador tem muitas opções de programas gratuitos e pontos de cultura... uma pena que a maioria não recebe o prestígio que merece...
MAS se procurar direito, sempre dá pra curtir um bom programa e gastar pouco.
abraço

Eu, Thiago Assis disse...

o banco do Nordeste mantem aqui um Centro Cultural, com exposições, peças, filmes e curtas, abordagens sobre escritores famosos e as vezes shows com artistas da terra e do sul do país tbm... e tudo de graça, de terça a sabado (acho q no domingo é fechado) ^^
É uma iniciativa e tanto.

ps: na foto tavam jogando War né?
tão bom =D uhauhauhauhuhauhauha

[Farelos e Sílabas] disse...

...


Retribuindo a visita com farelos de gratidão, valho-me dos toques pra quem quer buscar cultura como alimento pra si. E não nos enganemos: cultura vicia e nos torna mais antenados com o mundo ao nosso redor (seja este mundo um microcosmo, como na faculdade, o círculo de amigos ou a nossa casa, seja este mundo um macrocosmo, como o bairro ou a própria cidade da gente).

Aqui no Rio é tanto Centro Cultural que chegam a se esbarrar, como acontecem com o CCBB, o Centro Cultural dos Correios, o Centro Cultural da Justiça Eleitoral, a Casa França-Brasil, entre outros, sempre oferecendo teatro, exposições internacionais, mostras e uma infinidade de outras coisas interessantes. Teatros, então, nossa, são tantos como tantos são os circuitos de cinemas na Cinelândia, de bares na Lapa, de ateliês em Santa Teresa, entre outros.

Onde quer que estejamos, independentemente da cidade, só não crescemos (pra dentro de nós) se não quisermos nos embriagar de cultura! Suas dicas já foram de grande tamanho! É isso aí!

Abraço(s)!


...

Desarranjo Sintético disse...

Obrigado pessoal pelos comentários alegres e por mais dicas de suas cidades! A cultura agradece! E é muito gostoso saber que o pessoal que frequenta por aqui é antenado!
Para os que perguntaram...SIM, na foto é WAR!!! E SIM, é VICIANTE! Muito bom!

Abraços a todos...

Fábio e Equipe!

Thiago Maia disse...

Realmente, tem jogos que viram a tarde e a noite.
Mas é show, adoro!

ABRAÇÃO

Da Silva disse...

A Dama de Cinzas já citou o CCBB aqui no Rio, ótima pedida. Mas ainda tem o Centro Cultural da Caixa, dos Correios e a Casa França-Brasil, além do Odeon BR.

Todos esses lugares tem coisas gratuitas ou baratinhas.

forte abraço

▒▓█► JOTA ENE ® disse...

Amigo, agradeço o teu comentário lá no "camisinha", certíssimo teu ponto de vista.

Abraços e bjs para essa galera !!

comme des habitudes disse...

nossa!!! obrigado pelo elogio!!! fico feliz e sem palavras! é muita gentileza. nessa época de imediatismo temas recorrentes a mortee suas representações está na minha mente..

obrigado

apareça sempre!

Carole disse...

Você tem razão em alguns pontos, mas mesmo essas alternativas que você citou (muito bem pensadas, aliás) são restritas a poucos brasileiros.
Já morei em umas 7 ou 8 cidades diferentes, e em 4 estados (quase 5), então vou falar com autoridade mesmo! rs!
Se você mora numa capital fica mais fácil. Mas quando eu falo capital, eu estou falando das mais desenvolvidas. Morei em Campo G0rande, capital do MS, e lá a cultura é pouquíssimo valorizada, faço apenas um ressalva ao artesanato local, e a música regional (que é de uma riqueza incrível, recomendo que você, se já não conhece, pesquise, pq vale a pena).
Percebi também que no PR e no RS é muito mais fácil assistir a um espetáculo gratuitamente, ter acesso a uma boa biblioteca, shows gratuitos e museus que ultrapassem as fronteiras do regionalismo. No MS é muito difícil.
Agora moro em MG, em Uberlândia, e aqui a cultura chega um pouco mais massificada, mas mesmo assim pouco acessível, e pouco divulgada.

Quero também agradecer, Fábio, a visita e comentário feito há um tempo no meu blog. E aproveitar para dar os parabéns pelo conteúdo que estou vendo por aqui.

Bjos.

O mar me encanta completamente... disse...

Passei para conhecer
teu cantinho.
É lindo e aconchegante.
Tua escrita encanta e convida.
Parabéns.

Beijinho

Glória Salles

Philip Rangel disse...

Todos os dias deviam ser DIA DOS AMIGOS...

pois eles que fazem nossa historia...

por isso eu e em nome do Entrando Numa Fria venho desejar essa amizade que vc vem nos passando a tempos...

grande abraço

Syn disse...

Em resumo: quem procura, acha. Não é mesmo? Até num fim-de-mundo é possível encontrar diversão gratuita, desde que haja interesse em se procurar.

P.S.: Não resisto a fazer um comentário (maldoso) do Marcelo Adnet sobre o WAR: "É aquele jogo que você começa uma partida nos 15 anos e termina aos 49." hehehehehe

Abraços!

Robson Schneider disse...

POis é Fábio! O problema é que em capitais pequenas como Vitória-Es não se valoriza muito o teatro local (lastimavel) e quando vem espetaculos de fora são caríssimos, especialmente se os atores são globais.Mas muito legal sua dica, de fato não considerei essa possibilidade...só pesquisar né?!
Abração

Bella disse...

Aqui em Bsb tem muito isso! tem os programas da embaixadas, dos centros culturais, do CCBB(centro cultural banco do brasil), na UnB,na escola de música...é só procurar qeu a gente acha

Patrícia Kobayashi disse...

Só gosto de sair quando se tem uma companhia, então, fico mais em casa, mas valeu a dica, quando ficar intendida de ficar em casa procurei os centros culturas daqui!

obrigada por visitarem o Palavras, voltem sempre!
bjos

Dilberto L. Rosa disse...

Trabalhei num movimento cultural modesto, sim, mas com ares do 'post' que ora retratas: chamava-se Clube dos Amantes do Cinema e, em parceria com o SESC daqui de SL/MA, fazíamos mostras, debates e exposições de Cinema, tudo gratuito! Prazeroso para quem faz, mais ainda para quem assiste, especialmente pela gratuidade! Parabéns pelo 'post'! Abração!

A Madrasta Má disse...

Nossa gente... aqui em Minas descobri um parque cultural INHOTIM, muito legal!!!!!! Bjinhos da Madrasta!

@philipsouza disse...

Com certeza existe cultura sim...sem pagar...basta fazermos...

Sobre seu comentario no entrando....muita coisa ainda vai acontecer nesse mundo que so complica as coisas...nada é igual como ja sempre foi...esperar para ver ne...???ou agora agir??bom, melhoras acontecem...mas sera que estão pegando todos???
esperar ne...

Vlw mesmo por sempre está Entrando Numa Fria...

Desarranjo Sintético

Desarranjo Sintético
"Era um grande nome — ora que dúvida! Uma verdadeira glória. Um dia adoeceu, morreu, virou rua... E continuaram a pisar em cima dele." Mario Quintana