Quem sou eu

Minha foto
Fábio e Verônica, Verônica e Fábio. Um escritor e uma musicista, pelo menos aspirantes a isso rsrs! Amantes das letras, dos sons e de tudo que é arte! Amigos acima de tudo! Fizemos esse cantinho para dividir nossas idéias e ideais aos olhos da Net!

domingo, 13 de maio de 2007

Colunista - Fábio Nunes de Moura

A visita de Vossa Santidade – O PAPA
Hummmmmmm, hoje é dia 09 de maio, e são quase 16:30!! O que? Você não sabe o que significa isso? Nãooooooooo!! Pois eu conto então! E conto rápido porque a partir das 16:30 eu vou embora, não vou fazer mais nada, afinal nesse horário o PAPA chega aqui no Brasil, e como eu “não tenho que trabalhar” durante esses 5 dias de estadia do pontífice aqui, vou ir para casa fazer vigília. Coisa que considerarei como um milagre, afinal está o dia mais frio do ano e agorinha a pouco começou a chover!
Ele vem discutir coisas polêmicas como o não-uso da camisinha (coisa que eu não entendo, pois o sumo-Sacerdote não é favor da camisinha e nem do aborto, ou seja, nem ele sabe o que quer), coisa que ele não deveria apoiar afinal agora a igreja decidiu apoiar a classe pobre na luta de classes (inclusive vi um padre conservador ontem falando na TV que padre não deve se envolver com política – coisa que não acontece, não é mesmo??), o que quer dizer que o controle de natalidade também é um problema social, e dos graves, na nossa sociedade, especialmente entre os pobres. Inclusive como ele vem discutir assuntos polêmicos, acho que vou combinar com o pessoal da empresa para ninguém ir trabalhar, afinal esse seria um esforço entre irmãos, e como certamente só a presença de Vossa Santidade aqui, mesmo pela televisão, é capaz de promover milagres, com certeza nossa patroa irá perdoar. Não é mesmo?
Além disso, acho que providenciarei uma excursão emergencial para Aparecida, afinal se eu conseguir tocar no Papa, todo o dinheiro gasto via valer a pena, afinal é bem capaz de chover dinheiro ou de eu descobrir uma tia rica falecida que quer me deixar uma herança! Sem contar que com essa “imensa honra”, com certeza quando eu morrer eu serei canonizado e santificado, afinal eu faria milagres por ter tocado na PAPA.
Ok, ok, estou sendo rude demais, mas tudo isso é mesmo para demonstrar a revolta com essa situação, a inconformidade que isso me causa, tanta insegurança por aqui, e entanto, para o PAPA, toda a segurança pública se mobiliza há semanas. Porque não se mobilizam assim sempre? Porque o PAPA ao invés de falar tanto, não doa um pouco do que as tantas igrejas ganham e ninguém sabe para onde vai. Porque a igreja tem que ser contra ou a favor da camisinha e de tantas outras coisas que dizem respeito unicamente a quem as usa ou deixa de usar, afinal se ele realmente se preocupasse com o lado social que seria onde a igreja poderia se intrometer, ele seria a favor e não contra o controle de natalidade.
Mas essas e muitas outras perguntas ficarão sem respostas, ou quem sabe com o PAPA aqui ocorra um milagre!

By Fábio -
Agradecimento ao Fábio pela sua contribuição. Nota expressa sua opinião. (escrito em 09/05/2007 )

Um comentário:

Veronik Rumorosa disse...

Muito boa a colocação do Fábio nesta coluna. Adorei. Quem sabe se o nosso Papa realmente desse importancia para o que é necessário, os católicos teriam uma boa mensagem para receberem nesses dias tão difíceis. Na qual, Vossa santidade se deslocou para nosso país que tanto precisa de ajuda, porém só está havendo gastos e mais gastos do dinheiro público sem nenhum propósito para os fiés por um Brasil melhor.

Desarranjo Sintético

Desarranjo Sintético
"Era um grande nome — ora que dúvida! Uma verdadeira glória. Um dia adoeceu, morreu, virou rua... E continuaram a pisar em cima dele." Mario Quintana